Decidindo (e fazendo a reserva) do seu alojamento

O planejamento de uma viagem, assim como muitas outras coisas na vida, requer escolhas: quando e para onde ir, como chegar lá, onde se hospedar? Neste artigo me disponho a ajudá-lo pelo menos com essa última pergunta. Onde você deveria se hospedar em sua próxima viagem?

A busca de alojamento pode tomar bastante do seu tempo durante o planejamento de qualquer viagem. É fácil perder o rumo quando a vitrine de opções oferece tantas alternativas, principalmente nos destinos mais populares. Para piorar as coisas, somos muitas vezes levados a tomar uma decisão precipitada, dominados pelo medo de que as opções de alojamento em nosso destino possam esgotar-se de repente. Bem, as boas notícias são que muito provavelmente sempre haverá algum lugar para passar a noite, sem importar quando ou para onde você esteja indo nem o fato de você ter reservado com antecedência - é bem verdade que os lugares disponíveis podem não refletir exatamente o que você teria preferido; talvez não estejam tão bem localizados, não ofereçam o melhor serviço e estejam um pouco caros,  mas existirão.

Certo, é provável que essas não tenham sido necessariamente boas notícias, mas pelo menos isso dever ter nos ajudado a concordar em um ponto: reservando o seu alojamento com antecedência você garante uma melhor experiência de viagem, ao mesmo tempo em que mantém um maior controle sobre o seu orçamento. É bem verdade que eventualmente seja possível negociar um preço menor simplesmente chegando à recepção do lugar de sua escolha em um dia de pouco movimento, mas  pela minha experiência o ganho potencial dificilmente justifica o risco de ter que desembolsar uma tarifa mais alta ou de gastar um tempo precioso buscando por alternativas de último momento.

Otimizando as suas opções

A primeira coisa a fazer antes mesmo de abrir qualquer site de busca de alojamento é parar por um momento para pensar o que exatamente você estará buscando. Isso pode parecer um pouco estranho, mas realmente faz a diferença. Pergunte a você mesmo: por que você visitará esse lugar (para curtir a praia, para esquiar, ir a algum espetáculo, para viver a cena urbana, para ir a uma reunião de negócios).

A menos que o seu objetivo exija que você esteja hospedado em uma área específica, você provavelmente estará disposto a considerar diversas vizinhanças. Esse é o momento de começar a definir a sua experiência de viagem: aqui você poderia abrir o Google Maps, por exemplo, para familiarizar-se com a região, incluindo onde estão localizados os principais pontos de interesse e como o sistema de transporte público está desenhado. Em seguida, estude o seu destino, tentando identificar quais são as zonas mais agradáveis, bem como onde estão os bairros gastronômicos, comerciais e residenciais.

Nesse momento você deveria estar pronto para começar a navegar pelos sites de alojamento. Hoje em dia eu costumo preferir o Booking.com ou o Agoda, enquanto o HostelBookers foi o meu favorito quando eu buscava especificamente por albergues (hostels). Uma dica legal aqui, principalmente se você não estiver muito a fim de estudar o destino com antecipação, é iniciar a sua busca filtrando apenas hotéis de primeira-classe ou de luxo (4 e 5 estrelas) já que eles costumam estar localizados em vizinhanças amigáveis a turistas de lazer e/ou negócios. Dê uma olhada naquelas com boas recomendações quanto à localização e em seguida ajuste os critérios de busca de acordo com as suas preferências.

Booking.com

Escolhendo o seu quarto ideal

Existem hotéis para todos os gostos e bolsos. Você pode preferir um grande hotel pertencente a uma cadeia mundialmente famosa ou uma pequena propriedade gerenciada localmente. Independentemente da sua escolha, revise as últimas recomendações disponíveis e dê uma olhada que amenidades estão disponíveis. Algumas vezes tudo o que você precisa é um lugar para dormir, enquanto em outras o seu hotel será efetivamente o ponto alto das suas férias. Às vezes você estará viajando com toda a família e outras precisará de um lugar calmo para poder trabalhar. Ponderando esses fatores, juntamente com a sua localização preferida e o orçamento disponível, você terá apenas algumas opções para finalmente decidir.

Pousadas e alojamentos do tipo Cama e Café (do inglês Bed & Breakfast) são geralmente alternativas mais em conta que, sem oferecer toda a gama de serviços disponíveis nos grandes hotéis, costumam proporcionar um ambiente mais tranquilo melhores instalações que a maioria dos albergues. Muitas vezes essas propriedades são gerenciadas pelos seus próprios donos ou membros da família, permitindo um maior contato com pessoas do lugar.

Se você gosta de socializar e está viajando com um orçamento um pouco mais apertado, é muito provável que se sinta atraído pelos albergues, ou hostels. Apesar de terem sido por muito tempo uma escolha lógica entre mochileiros jovens e viajando sozinhos, que não se importam em dividir um dormitórios com outros, as vezes dez ou mais viajantes desconhecidos, os albergues vêm se tornando mais populares também entre casais e indivíduos buscando unir a privacidade de um quarto particular com a atmosfera social desses estabelecimentos.

Algumas pessoas podem ter um quarto disponível em suas casas, ou um apartamento disponível para um aluguel de curto prazo. Essas propriedades podem ser uma ótima opção para aqueles querendo vivenciar uma mostra da vida no seu destino. O AirBnB provavelmente seja o melhor lugar para buscar esse tipo de alojamento.

Outra forma de experimentar algo da vida local é através do CouchSurfing.org. Essa é uma grande comunidade de pessoas felizes em recebê-lo em suas casas de graça ou por uma pequena ajuda de custos. Pode ser uma alternativa interessante para encontrar gente local.

Ah, o trânsito

O trânsito nas grandes cidades latino-americanas costuma ser um problema, como muitos de nós já sabemos em primeira mão. Esse aspecto não deve ser minimizado. Leve isso em conta na hora de avaliar as suas opções de hospedagem e de como se deslocar (em carro alugado, ônibus, metrô, a pé).

E falando sobre o transporte público. As distâncias ao longo da América Latina significam  muitas oportunidades para passar a noite em um ônibus interurbano ou internacional. Se dormir a bordo não parece um grande problema, pode significar um excelente uso do seu tempo e dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *