Home > Destinos > Bolívia > La Paz

La Paz, Bolívia

Mais alta do que qualquer outra cidade sede de governo do mundo, situada a uma altitude média de 3.600 metros sobre o nível do mar, mas que oscila entre os 3.200m e os 4.100m, La Paz é também o núcleo da maior região metropolitana da Bolívia, com 2.3 milhões de habitantes (La Paz propriamente dita conta com 760 mil). Embora a cidade não seja exatamente a capital nacional, título que constitucionalmente cabe à Sucre, situada a 700km de distância, La Paz é a sede dos poderes executivo e legislativo nacional, além de ser o principal centro cultural do país.

A principal porta de entrada para La Paz é o Aeroporto Internacional de El Alto que, situado a 4.058m de altitude é o aeroporto internacional mais elevado do planeta. Este aeroporto, situado em El Alto, uma cidade periférica que cresceu explosivamente nas últimas décadas a ponto de suplantar a população de La Paz e contando hoje com mais de 850 mil habitantes, é o segundo mais movimentado do país, superado apenas pelo de Santa Cruz de la Sierra. La Paz conta também com uma bela estação rodoviária, projetada por Gustave Eiffel, que oferece partidas para os principais destinos nacionais, além de diversas opções para viajar ao Peru.

La Paz, Bolivia
La Paz, Bolivia

La Paz, fundada em 1548, foi a terceira cidade erguida pelos colonizadores espanhóis no território da atual Bolívia, seguindo os assentamentos de Sucre (1538) e Potosí (1545). Seguindo a guerra federal de 1898-1899, a sede do governo nacional se transladou de Sucre para La Paz, onde permanece atualmente.

Orientar-se pela cidade é algo relativamente simples, uma vez que a grande maioria dos locais de interesse se encontram próximos a um eixo central formado pelas avenidas Mariscal Santa Cruz, 16 de Julio, Arce e Del Libertador. De modo geral, enquanto a elite ocupa as terras mais baixas, onde o clima é mais ameno, a classe operária ocupa as encostas das montanhas e as terras altiplânicas, de temperaturas consideravelmente mais baixas. Um dos melhores lugares para ter uma visão ampla do vale central da cidade é o mirante do Parque Laikacota, nos arredores do Estádio Olímpico. Para uma perspectiva muito mais ampla, pode-se também tomar uma das linhas do novo sistema urbano de teleféricos, a maior rede de teleféricos urbanos do mundo, construída para conectar La Paz e El Alto e que, além do transporte oferece vistas privilegiadas para os picos nevados de algumas das montanhas vizinhas.

La Paz, Bolivia
La Paz, Bolivia

Em pleno coração da cidade, a Praça Murilo está flanqueada por vários dos principais edifícios públicos da Bolívia, como é o caso do Palácio Quemado, sede do poder executivo, e do Parlamento Nacional. A praça, que em seu centro abriga esculturas que promovem valores como a União, a Glória, a Pátria e a Força, abriga ainda a Catedral Metropolitana, erguida em 1835 em um desenho constituído por cinco naves. Deixando a praça em sentido ao oeste pela Rua Ingaví, chega-se ao Museu Etnográfico, e logo, seguindo a noroeste, ao Teatro Municipal e finalmente à Rua Jaen, onde uma série de edifícios coloniais abriga diversos museus interessantes.

Plaza Murillo, La Paz, Bolivia
Plaza Murillo, La Paz, Bolivia

Seguindo daí em direção ao sul chega-se a um dos pontos nevrálgicos da cidade. A Plaza Mayor, ponto de encontro por excelência, encontra-se em frente à Basílica de San Francisco, cujo complexo abriga também o Museu de San Francisco, que guarda diversas relíquias da cidade. Do alto da torre da igreja se obtém uma bela panorâmica das vizinhanças. A rua Sagarnaga, vizinha ao complexo, é ocupada por uma série de lojas de souvenirs e agências de viagens. Nas redondezas podem-se encontrar produtos artesanais variados, ervas medicinais, amuletos e muito mais. O Museu da Coca, localizado nessa zona, explica a importância da planta de coca para a região bem como os perigos do seu consumo quando processada na forma de drogas ilícitas.

Iglesia de San Francisco, La Paz, Bolivia
Iglesia de San Francisco, La Paz, Bolivia

Uma das caminhadas mais agradáveis oferecidas por La Paz consiste em percorrer a Avenida 16 de Julio, conhecida como Paseo del Prado, em uma manhã de domingo. Ali, caminhando pelo principal eixo viário da cidade, entre monumentos, fontes e alguns dos edifícios mais importantes do país, também é possível participar de atividades recreativas ou frequentar alguma das pequenas feiras ali geralmente presentes.

La Paz, Bolivia
La Paz, Bolivia

Os arredores de La Paz contam ainda com pelo menos dois locais de grande interesse turístico. Um deles, localizado dentro da área urbana, na zona sul da cidade, é o Vale da Lua. Esse parque é composto por um labirinto de cânions e outras formações rochosas originadas pela erosão provocada pelos ventos e pelas chuvas. Duas trilhas, uma com duração estimada de 15 minutos e a outra de 45 minutos, permitem aos visitantes adentrar o parque e observar algo da flora local. O segundo local de interesse, localizado a 1h30 do centro de La Paz na estrada que a conecta com o Lago Titicaca e o Peru, chama-se Tiwanaku. Trata-se das ruínas de uma cidade pré-incaica, Patrimônio da Humanidade, localizada a 4.000m de altitude. Apelidada de "Stonehenge das Américas" trata-se de um complexo de edifícios administrativos e um imponente templo cerimonial. Segundo os pesquisadores, a civilização responsável por essa obra teria florescido no segundo milênio antes de Cristo e desaparecido próximo ao ano 1000 d.C.

Valle de la Luna, La Paz, Bolivia
Valle de la Luna, La Paz, Bolivia

Quando chegar o momento de deixar La Paz, opções interessantes a considerar são as cidades de bolivianas de Potosí (540km), Sucre (700km), Cochabamba (380km) e o Salar de Uyuni (540km). Além disso, La Paz encontra-se próxima à fronteira com o Peru, sendo que Puno, a principal base para explorar o Lago Titicaca, encontra-se a apenas 260km.

Bem-vindo a LATAM Explorer

 

Leitura Sugerida

Bolívia

 



Booking.com

 

 

Galeria de Imagens


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *