Home > Destinos > Chile > San Pedro de Atacama

San Pedro de Atacama, Chile

Com paisagens que parecem saídas de um filme de ficção, uma infraestrutura hoteleira aberta a todos os gostos e orçamentos, ótima oferta gastronômica e atrações em número e qualidade suficientes para manter o visitante entretido por diversos dias, não é surpresa que San Pedro de Atacama tenha se convertido em um dos principais destinos turísticos não só do Chile, mas de toda a América do Sul. Localizada no extremo norte do país, a mais de 1.600km de Santiago e próximo às fronteiras com a Bolívia e a Argentina, em uma região altiplânica a cerca de 2.400m de altitude, San Pedro é uma das portas de entrada ao deserto mais seco do mundo, o Atacama.

A cidade de San Pedro em si é suficientemente compacta para que os seus principais atrativos possam ser percorridos em uma caminhada de menos de uma hora. Merecem destaque a igreja e o museu arqueológico R.P. Gustavo Le Paige, que ilustra a evolução dos diversos povos que habitaram esse região nos últimos dez mil anos.

San Pedro de Atacama, Chile
San Pedro de Atacama

A apenas 13km do centro, o Vale da Lua e o Vale da Morte constituem belos passeios para contemplar a paisagem desértica da região, tratando-se de depressões cercadas por paredões de até 500 metros de altura. Além disso contam com formações rochosas bastante interessantes como as “Três Marias” e o “Coliseu”. Um dos destaques de qualquer passeio a San Pedro é contemplar o pôr do sol desde a Pedra do Coiote, no Vale da Lua, de onde pode-se vislumbrar diversos dos vulcões da área, como o Licancabur, emoldurados na aquarela pintada pelas luzes do ocaso. O Vale da Morte também costuma ser visitado à noite, permitindo a observação de estrelas a olho nu na ausência total de luz artificial. Amantes da astronomia e curiosos em geral também se interessarão em visitar o maior observatório astronômico do mundo. O ALMA (Atacama Large Millimiter Array) é um radiotelescópio formado por 66 antenas localizadas a mais de 5.000m de altitude, nas vizinhanças de San Pedro. A visitação é gratuita todos os fins de semana do ano pela manhã, mediante agendamento prévio no site.

Anfiteatro, Valle de la Luna - San Pedro de Atacama, Chile
Anfiteatro, Valle de la Luna - San Pedro de Atacama

Logo ao sul de San Pedro encontra-se o Salar do Atacama, o maior depósito de sal do Chile, que ocupa uma área de 3.000km². Esta é uma reserva natural de flamingos e um lugar muito bonito de ser visitado, contando também com lagunas próprias para o banho, como a Cejar, onde a alta salinidade da água permite que o corpo humano flutue com facilidade. Nas proximidades do salar, seguindo em direção ao sul, encontram-se os povoados de Toconao e Socaire que merecem uma breve visita para admirar as igrejas e artesanato local. Seguindo pela mesma estrada, cerca de 110km ao sul de San Pedro chega-se às denominadas Lagunas Altiplânicas (Miñiquez e Miscanti) a uma altitude de 4.200m. De forma complementar, é possível visitar o Salar de Uyuni, na Bolívia, em um programa de 3 a 4 dias saindo e retornando a San Pedro de Atacama.

Salar de Atacama - San Pedro de Atacama, Chile
Salar de Atacama - San Pedro de Atacama

Um dos atrativos mais populares do norte do Chile está localizado 90km ao norte de San Pedro, a 4.300m de altitude. Trata-se dos Gêiseres do Tatio, o terceiro grupo de gêiseres mais importante do mundo (depois de Yellowstone, nos EUA, e Dolina Geizerov, na Rússia). São cerca de 80 gêiseres no total e, embora as erupções não sejam muito altas, o cenário proporcionado ao amanhecer, antes de surgirem os primeiros raios de sol, quando as colunas de vapor contrastam com a paisagem montanhosa, é de tirar o fôlego.

Geyseres del Tatio - San Pedro de Atacama, Chile
Geyseres del Tatio - San Pedro de Atacama

O aeroporto comercial mais próximo de San Pedro está localizado a cerca de 100km, em Calama – uma cidade desenvolvida quase que exclusivamente para servir como centro de serviços para os trabalhadores da indústria mineira. Diversos voos diários conectam a localidade com a capital, Santiago. Embora Calama em si não costume merecer muita dedicação dos visitantes, pode ser interessante visitar a mina de Chuquicamata que, por muitos anos, foi a maior produtora de cobre no mundo e permite observar de perto a sua escavação com mais de 1.200m de profundidade.

Ao planejar a sua visita, leve em conta que apesar de fazer parte do Atacama, San Pedro está em uma zona menos árida do deserto, onde chuvas são perfeitamente prováveis entre os meses de dezembro e março, devido ao fenômeno conhecido como inverno boliviano. A parte mais seca do deserto está mais ao norte, próximo à cidade de Iquique, localizada a 485km de San Pedro. No sentido contrário, a 310km de San Pedro, Antofagasta é uma parada interessante no caminho para o centro do país. Alternativamente, pode-se seguir de San Pedro a Uyuni, na Bolívia, a 440km de distância, ou para Jujuy, na Argentina, a 480km.

Bem-vindo a LATAM Explorer

 

Leitura Sugerida

Chile

 



Booking.com

 

 

Galeria de Imagens



........

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *