Home > Destinos > Chile > Punta Arenas

Punta Arenas, Chile

Punta Arenas é a cidade mais austral da massa continental americana, isto é, ligada diretamente ao continente, sem a necessidade de cruzar qualquer braço do mar. Está localizada mais de 3.000km ao sul da capital do Chile, Santiago, e a cerca de 2.500km de Buenos Aires, a capital argentina. As grandes distâncias e a escassez de vias pavimentadas, comuns no território patagônico, fazem com que a principal via de acesso à cidade seja a aérea. Diversos voos diários conectam Punta Arenas com Santiago e Puerto Montt, sendo que na alta temporada (verão austral) também é possível voar diretamente a Ushuaia, na Argentina. Outras alternativas são tomar um navio desde Puerto Montt (4 dias), ou ainda por via rodoviária, lembrando que qualquer destino chileno ao norte de Puerto Natales e do Parque Nacional Torres del Paine só pode ser alcançado dirigindo através da Argentina (a fronteira se encontra a 200km de Punta Arenas).

Com cerca de 130 mil habitantes, esta é a maior cidade da região patagônica e, localizada às margens do Estreito de Magalhães, era o principal porto na rota de navegação entre os oceanos Atlântico e Pacífico até a abertura do Canal do Panamá em 1914. Hoje, Punta Arenas tem um dos dois únicos portos livres de imposto no país (o outro está em Iquique, no extremo norte do Chile).

Um dos principais atrativos da cidade é o Cemitério Municipal, considerado um dos mais bonitos do mundo e designado Monumento Nacional em 2012. Ocupando uma área de aproximadamente 4 hectares, o cemitério retrata silenciosamente a história da cidade, ao apresentar belos exemplos arquitetônicos e em seu projeto paisagístico. Construído em 1894, é o lugar de repouso de diversas das mais importantes personalidades da Região de Magalhães.

Cementerio Municipal - Punta Arenas, Chile
Cementerio Municipal - Punta Arenas

Ainda dentro da cidade, pode-se seguir até o Morro da Cruz, não muito longe do centro. Ali, um mirante permite vistas panorâmicas das casas da cidade, com seus telhados coloridos, do Estreito de Magalhães e, ao fundo, da Terra do Fogo.

Punta Arenas vista desde el Cerro de la Cruz
Punta Arenas vista desde el Cerro de la Cruz

Nos arredores de Punta Arenas, uma das experiências mais buscadas é ver de perto pinguins em seu habitat natural. São dois os principais destinos para este tipo de atividade: o primeiro deles, mais fácil de ser alcançado, é o Seno Octay, 60km a noroeste da cidade, embora uma quantidade muito maior de pinguins e um contato mais próximo com eles seja possível na segunda opção, a Ilha Magdalena. Parte do Monumento Natural Los Pingüinos, a Ilha Magdalena é alcançada navegando por 37km desde Punta Arenas. Nesta ilha, entre novembro e março, é possível percorrer um caminho demarcado em meio a dezenas de milhares de pinguins em diversas fases da vida, incluindo milhares de ninhos. É bastante comum que os pinguins atravessem a trilha feita para os visitantes e cheguem bastante perto dos turistas.

Pinguinos en la Isla Magdalena - Punta Arenas, Chile
Isla Magdalena - Punta Arenas

Outra possibilidade de passeio bastante interessante nos arredores de Punta Arenas tem um caráter histórico. Trata-se de um roteiro em direção ao sul, com destino ao Forte Bulnes, localizado a cerca de 60km da cidade. Este forte foi mandado construir em 1843 em Punta Santa Ana como parte dos esforços do governo nacional em promover a ocupação das terras mais austrais do país, que havia então recém conquistado a sua independência. Devido ao clima inóspito, a nova colônia nunca conseguiu atrair uma população significativa estável e apenas cinco anos após o seu estabelecimento foi trasladada para um local de clima mais generoso, dando origem a atual cidade de Punta Arenas. O forte existente hoje é uma reconstrução finalizada em 1943 e restaurada diversas vezes desde então.

Fuerte Bulnes - Punta Arenas, Chile
Fuerte Bulnes - Punta Arenas

A apenas 2km do Forte Bulnes encontra-se a Cidade do Rei Felipe, mais conhecida como Puerto del Hambre (Porto da Fome), cenário de um dos capítulos mais tristes da história chilena. Neste lugar, em março de 1584, a coroa espanhola tratou de estabelecer um assentamento com o intuito de colonizar a região. O despreparo dos novos moradores para enfrentar as condições hostis do local , no entanto, causou a morte por fome ou frio de praticamente todos os seus mais de 300 ocupantes. Quando um grupo de exploradores ingleses chegou ao local três anos mais tarde não havia qualquer sobrevivente. O Cabo Froward, ponto mais austral da massa continental americana está a apenas 30km daí, mas só pode ser alcançado por barco ou a pé.

Punta Santa Ana - Punta Arenas, Chile
Punta Santa Ana - Punta Arenas

A partir de Punta Arenas, pode-se seguir explorando a Patagônia chilena seguindo 250km ao norte até a cidade de Puerto Natales ou tomando um ferry através do Estreito de Magalhães até Porvenir, na porção chilena da Terra do Fogo. Alternativamente, pode-se seguir 620km até a cidade argentina de Ushuaia, próxima ao extremo sul das Américas.

Bem-vindo a LATAM Explorer

 

Leitura Sugerida

Chile

 



Booking.com

 

 

Galeria de Imagens


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *